Como a inteligência artificial atua no dia a dia

Como a inteligência artificial atua no dia a dia

Poucas pessoas têm consciência do quanto a inteligência artificial (IA) está presente no nosso dia a dia. Por isso, ainda há muitos equívocos a respeito de como essa tecnologia atua e como ela influencia na nossa vida. Há quem aposte no apocalipse quando as máquinas superinteligentes irão dominar o mundo, como aconteceu com a Skynet, na série de filmes O Exterminador do Futuro. Mas a IA hoje tem aplicações que ajudam a garantir mais conforto aos seres humanos. Confira quais são as principais aplicações atualmente:

Assistentes pessoais 

Você já usou a Siri, Cortana ou Alexa para localizar um endereço? O serviço de voz que vem no celular ou em outro dispositivo é chamado de assistente pessoal inteligente. Esse sistema de IA também funciona por meio de dados do usuário, leva em conta seus hábitos e localização, por exemplo. Assim, quando acionados, eles coletam essas informações e dão as respostas por voz e texto. Essa tecnologia está avançando rapidamente ao passo que aumenta o número de smartphones no mundo. Hoje mais de 2 bilhões de pessoas usam celulares equipados com os assistentes pessoais, usando a inteligência artificial para tirar dúvidas no Google ou até mesmo encontrar o café mais próximo. 

Serviços de streaming

Toda vez que você seleciona um filme ou escolhe uma música em um serviço de streaming, como Netflix, Youtube e Spotify, a inteligência artificial atua. Ela capta os seus dados pessoais, armazena as escolhas e oferece uma série de opções com base no seu gosto. Assim, o serviço é personalizado conforme os hábitos de consumo de cada usuário. Esse sistema funciona por meio de algoritmos de Deep Learning, treinados com ajuda de dados pessoais que alimentam as redes neurais artificiais, identificando padrões. Dessa forma, são geradas as recomendações para cada usuário e as playlists automáticas. 

Robô de voz

Algumas empresas, principalmente de telefonia, estão usando chatbots para  reduzir o tempo de espera e agilizar o atendimento dos clientes. Esse sistema de inteligência artificial é capaz de interagir com um humano e compreender comandos. No início, o uso de programas de computador capazes de emitir respostas foi bastante criticado, mas a linguagem dos sistemas tem sido melhorada e hoje é mais natural. O bate-papo ao vivo está cada vez mais comum e tende a crescer num futuro próximo. 

Prevenção de Fraudes

As instituições financeiras também fazem uso de dados para prevenir fraudes. Ao identificar padrões de consumo e localização dos clientes, a inteligência artificial consegue perceber se uma compra é suspeita ou não. Esse sistema é o que faz envio de mensagem para o telefone ou e-mail do cliente questionando alguma transação e informando que pode se tratar de uma fraude. Nesse caso, a IA também atua por meio de algoritmos de Deep Learning que reúnem um grande volume de informações para compreender o que é ou não padrão no comportamento do usuário. 

Internet das Coisas (IoT) 

A internet das coisas, ou IoT, também é uma tecnologia que está se desenvolvendo nos últimos anos. Geladeiras que identificam os produtos e informam para o usuário se algo está faltando, sistemas de energia que funcionam pelo comando de voz ou cafeteira que é acionada momentos antes da pessoa acordar já fazem parte da realidade. Há um tempo atrás, percebendo o potencial desse tipo de solução, a Google adquiriu a Nest (Nest Learning Thermostat) por US$ 3,2 bilhões. O sistema capta dados do usuário, compreendendo sua rotina e programa a temperatura ideal da casa ou escritório. Com ajuda de algoritmos, o Nest funciona quando acionado por comando de voz pela Alexa. Ele é capaz de economizar energia por meio da inteligência artificial. 

Escrito por

GEP | Soluções em Compliance

Sistema integrado de Governança


• Segurança e Gestão da Informação ( LGPD)
• Governança Corporativa
• Conformidade e Integridade Empresarial